5 razões para utlizar servidores Linux

1. Estabilidade

Sistemas Linux são bem conhecidos por sua capacidade de funcionar por anos sem falha; na verdade, ramente usuários linux relatram incidentes na estabilidade do SO. Isso é ótimo para usuários de todos os tipos, mas é particularmente valioso para as pequenas e médias empresas, para as quais o tempo de inatividade pode ter consequências desastrosas.

Linux também lida com um grande número de processos em execução ao mesmo tempo muito melhor do que o concorrente – essa vantagem traz ecomomia em hardware e tempo.

Muitos SO ha necessidade de reinicialização. Considerando que as alterações de configuração do Windows exigem tipicamente um reboot – causando tempo de inatividade inevitável – Geralmente não há necessidade de reiniciar o Linux. Quase todas as alterações de configuração do Linux pode ser feito enquanto o sistema está funcionando e sem afetar os serviços não relacionados. Sem falar no velho problema de desfragmentação que o windows server ainda não solucionou. 

2. Segurança

Linux também é inerentemente mais seguro que o Windows, seja no servidor, no desktop ou em um ambiente mobile . Isso é devido em grande parte ao fato de que o Linux, que é baseado em Unix, foi projetado desde o início para ser um sistema operacional multiusuário. Somente o administrador ou usuário root, com privilégios administrativos, têm permissão para acessar o kernel ou o sistema. Isso mantém tudo modular e protegido.

Linux também é atacado com menos freqüência por vírus e malware, e vulnerabilidades tendem ser encontrados e corrigidos mais rapidamente por suas legiões de desenvolvedores e usuários.

Internamente, entretanto, os usuários de um sistema Windows pode esconder arquivos do administrador do sistema. No Linux, no entanto, o administrador de sistemas tem sempre uma visão clara do sistema de arquivos e está sempre no controle.

3. Hardware

Considerando que o Windows exige tipicamente atualizações de hardware frequentes para acomodar suas exigências cada vez maiores de recursos, o Linux é enxuto, flexível e escalável, e ele executa admiravelmente em praticamente qualquer computador, independentemente do processador ou arquitetura da máquina.

Linux também pode ser facilmente reconfigurada para incluir apenas os serviços necessários para fins da sua empresa, reduzindo assim ainda mais os requisitos de memória, melhorando o desempenho e manter as coisas ainda mais simples.

4. TCO do inglês Total cost of ownership *Custo toal de propriedade

Não há custo total de propriedade noLinux, uma vez que o software é geralmente livre. Mesmo uma versão empresarial comprados com suporte corporativo será mais barato do que o Windows ou outro software proprietário, que geralmente envolvem licenciamento baseado em usuário e uma série de outros requisitos, especialmente para a segurança.

O mesmo vale para a maioria das ferramentas e aplicativos que podem ser usados ​​em um servidor Linux . O TCO global simplesmente não pode ser batida.

5. Liberdade

Com o Linux, não há fornecedor comercial tentando trancá-lo em determinados produtos ou protocolos. Em vez disso, você está livre para misturar e combinar e escolher o que funciona melhor para o seu negócio.

Em suma, com todas as muitas vantagens do Linux fornece domínio do servidor, não é de admirar que os governos, as organizações e grandes empresas em todo o mundo – incluindo Amazon e Google – contam com o sistema operacional de código aberto em seus próprios sistemas de produção.

Se você está procurando uma distribuição Linux para rodar em servidores de sua empresa, você faria bem em considerar o CentOS (ou RHEL, a versão paga do Red Hat CentOS que é baseado em), Slackware , Debian e Gentoo.